Estruturas de armazenagem: como escolher o modelo ideal?

Supporte Logística | 16 de agosto de 2019 |

O planejamento tem papel fundamental para que as atividades sejam executadas de forma eficiente. Para aumentar a produtividade da empresa, é importante otimizar os processos, eliminando o que gera desperdício e investindo naquilo que agrega valor aos serviços. Na logística, uma parte importante que alimenta toda a cadeia é a armazenagem.

Pensar em estruturas que contribuam para sua empresa ter ganhos nessa área pode trazer inúmeros benefícios. Afinal, é a partir disso que o espaço do galpão será bem aproveitado, os itens serão melhor distribuídos, o manuseio facilitado e uma série de outros fatores que favorecem o desempenho na execução dos serviços e até a lucratividade.

Estruturas de armazenagem

Mais do que racional, a utilização da capacidade de um depósito precisa ser estratégica. O layout precisa ser funcional, adaptando-se à necessidade do negócio, como volume das mercadorias e velocidade do giro, por exemplo. Conheça os principais tipos, que são elementos básicos para a paletização, item fundamental da organização interna do galpão.

  • Porta-paletes
    Uma das mais tradicionais, é aquela em que os produtos ficam em “estantes”. O modelo permite que qualquer item seja facilmente movimentado com o auxílio de uma empilhadeira, sem a necessidade de tirar outros itens da frente para ter acesso a um palete. É bastante prática, permitindo inclusive que essas prateleiras sejam bem altas, ganhando ainda mais espaço para armazenamento. Para utilizar essa técnica, porém, o layout deve ser bem pensado com relação aos corredores, pois esses devem ter espaço suficiente para a manobra segura dos equipamentos, evitando acidentes. Essa categoria ainda pode ser subdividida:

    1. Corredores estreitos
      Nesse caso, que utiliza trilhos ou fios indutivos para a movimentação das empilhadeiras, é possível otimizar muito o espaço útil de armazenagem, pois os corredores de movimentação são reduzidos consideravelmente. Porém, como desvantagem, ele exige um investimento financeiro maior para a montagem de sua estrutura.
    2. Deslizante
      Essa é uma estrutura de alta densidade, muito utilizada em locais limitados, com mercadorias de menor giro e alto valor agregado. Isso porque o palete fica protegido, pois não se encontra em movimentação.
    3. Transelevadores
      Buscando melhorar o espaço útil, essa técnica é usada para aproveitar o espaço vertical do galpão. Como os corredores são menores que as empilhadeiras, ela é usada como opção para elevar a carga de forma rápida e segura quando necessário.
    4. Autoportante
      Também pensada para aproveitar a altura do galpão, é uma alternativa de menor valor e investimento reduzido. A estrutura de armazenagem é usada nesse caso como suporte de fechamento lateral e da cobertura, possibilitando maior distribuição de cargas no piso.
  • Push back
    Seu nome mostra bem como é o funcionamento desse sistema – em português, empurrar para trás. Ele é montado com longarinas e montantes, sendo que o primeiro palete que é colocado no local é empurrado pelo próximo, que é colocado em seguida, e assim se repete até o último ser colocado no trilho. Cada plano possui um sistema próprio de trilhos que funciona de maneira independente, ou seja, não movimenta aqueles que estão no plano de cima ou dos lados. Entre suas grandes vantagens estão o melhor aproveitamento do espaço, eliminação de corredores entre estantes e o ganho de agilidade no trabalho das empilhadeiras, facilitando a colocação e retirada dos itens.
  • Flow rack
    Nesse sistema é realizado o armazenamento manual de caixas plásticas que ficam em rodízios inclinados, que se deslocam com a ação da gravidade, separando os produtos que serão embalados na sequência para expedição. É um modelo dinâmico, que serve principalmente para a rotação dos volumes pequenos.
  • Drive-in
    Utilizado para a movimentação no sistema LIFO, ele é um modelo que possui grande capacidade de estoque. Tem como principal função armazenar uma quantidade maior de produtos paletizados por metro cúbico, para isso as empilhadeiras se movimentam dentro de sua própria estrutura, guardando os porta-paletes de forma longitudinal, sendo que as operações de entrada e saída são realizadas pelo mesmo lado. Isso possibilita a redução de corredores centrais, melhorando o aproveitamento do espaço.
  • Drive-thru
    Diferente do modelo anterior, onde o último palete que entra deve ser o primeiro a sair, no drive-thru as empilhadeiras também podem trabalhar na modalidade FIFO. Indicado para a armazenagem de estoques movimentados em intervalos longos, nesse caso existe um corredor para entrada e outro para a retirada – na frente e atrás.
  • Dinâmica
    Aqui a principal característica é a rotação automática do estoque. O palete é colocado em uma das extremidades e desliza até a outra por uma pista com roletes. Eles funcionam como redutores de velocidade para poder manter a carga estabilizada, e quando chega a outra ponta é parada por um contentor. São necessários apenas dois corredores, um para abastecimento e outro para a retirada. Permite a adoção do sistema FIFO, por isso é muito utilizado para a estocagem de alimentos.
  • Carrossel
    Nessa opção, as estantes com prateleiras fazem o deslocamento no sentido horizontal até os postos de trabalho. Por permitir o armazenamento de uma série de materiais, é utilizada por empresas de diversos segmentos. Tem como principais vantagens a facilidade de instalação e custos reduzidos, dispensando a necessidade de empilhadeiras, escadas e outros sistemas auxiliares. Entre suas características principais também estão o aumento da velocidade dos processos, minimização de erros e a otimização do espaço.
  • Você já conheceu os principais tipos de estruturas de armazenagem utilizados. Agora basta escolher o qual deles é o mais adequado para sua empresa. Mas, se quiser descomplicar esse processo, conte com o apoio de quem tem 20 anos de experiência nesse assunto. A Supporte dispõe de armazéns gerais preparados para receber suas mercadorias. Tecnologia, equipe treinada e segurança para hospedar seus produtos. Clique no banner abaixo, preencha o formulário e um colaborador especializado entrará em contato para ajudá-lo a encontrar a opção ideal para seu negócio.