7 tendências para o setor de logística em 2019

Supporte Logística | 04 de fevereiro de 2019 |

2019 está apenas começando e, com ele, inúmeras novidades e tendências aparecem no mercado. Estar atento a tudo isso é essencial para poder direcionar a equipe e realinhar as estratégias para alcançar bons resultados no novo ano. Com a logística se tornando um dos eixos centrais das empresas, ela também recebe previsões do que será importante considerar nos próximos meses e até anos, da tecnologia às mudanças nos serviços envolvidos. Confira e fique de olho no que pode ser atualizado aí no seu negócio!

    1. Blockchain
      Como já havíamos adiantado por aqui, o blockchain vem ganhando mais espaço e está ainda mais presente em 2019. Nascido no mercado financeiro como uma ferramenta para moeda virtual, esse software ganhou novas funcionalidades e, na logística, ajuda no compartilhamento de dados de forma mais segura. Assim, empresas que realizam negócios conseguem acessar servidores descentralizados e verificar documentos ou dados de qualquer lugar do mundo, facilitando, por exemplo, o rastreamento de mercadorias, tudo de forma transparente, simplificada e sem a intervenção de terceiros.
    2. Monitoramento em tempo real
      Antes, uma das dificuldades encontradas no rastreamento de produtos é que o acompanhamento não representava a realidade, já que o contato entre motorista e empresa só acontecia em pontos de parada estratégicos. Hoje, com GPS nos caminhões e aplicativos de celular, é possível fazer um monitoramento em tempo real, o que permite maior controle do processo. Para um futuro próximo, a tendência é que essa facilidade seja ainda maior, com softwares feitos especificamente para essa finalidade. Além disso, também é esperada a participação do cliente nesse processo, garantindo mais transparência no serviço, já que ele conseguirá acompanhar o status real da entrega.
    3. Same day delivery
      Outra novidade que promete agitar o setor é o chamado “same day delivery”. A ideia é, como o próprio nome diz, fazer com que a entrega da mercadoria seja feita no mesmo dia em que a compra é confirmada. Realmente, essa é uma proposta bem audaciosa, que talvez demore um pouco para funcionar efetivamente no Brasil, mas que já vem dando certo em diversos países. Para começar a testar essa modalidade, o ideal é que ela seja implementada próximo aos centros de distribuição ou fábricas. Lembre-se de confirmar a viabilidade antes de divulgar essa informação aos seus clientes para não gerar falsas expectativas.

Supporte Logística

    1. Logística reversa
      A logística reversa não só é uma tendência como uma obrigação de alguns setores da indústria, como está previsto na lei. Essa é uma ação que garante que os resíduos dos produtos, como embalagens ou peças, sejam devolvidas pelo consumidor final em pontos de coleta e depois sejam recolhidos por seus fabricantes, onde serão destinadas para reciclagem ou reutilização. Agora, cabe às empresas, mesmo aquelas que ainda não têm a exigência de fazer esse tipo de serviço, implantá-la. Isso não faz bem apenas para o planeta, mas reforça ainda mais a visão de que a marca tem atitudes responsáveis e sustentáveis. Aplicar a logística reversa não precisa ser caro, afinal muitas vezes os caminhões voltam vazios para o ponto inicial. Estude a viabilidade de colocar em prática no seu negócio!

Sustentabilidade está entre as tendências para a logística

  1. Sustentabilidade
    Outro item que é muito falado e permanecerá em alta em 2019 é a sustentabilidade. Cada vez mais os clientes estão exigindo da indústria uma postura mais consciente em relação ao meio ambiente. Isso inclui também a logística, indo da redução do consumo de combustível e modernização da frota para emitir menos poluentes até o reaproveitamento da água e uso de energia solar nas instalações, como armazéns e escritórios.
  2. Big Data
    O Big Data mais uma vez aponta como uma tendência, afinal, investir no uso de dados para otimizar a cadeia logística só traz benefícios para as empresas. Mais do que organizar informações, esses dados podem fornecer insights para a criação de novas estratégias e tomada de decisões, que vão da redução de custos em uma operação até descobrir qual fornecedor consegue atender melhor às solicitações.
  3. Personalização da entrega
    A tecnologia trouxe inúmeros benefícios ao processo de compra e logística, mas também desenvolveu uma certa impaciência por parte dos clientes. Eles estão cada vez mais exigentes e querem mais rapidez. Ao fechar uma compra, é normal que surja a ansiedade de receber tudo logo em seguida mas, claro, sem avarias, com qualidade e de acordo com o pedido. Aproveite a oportunidade criada por esse sentimento do consumidor para surpreendê-lo.Para isso, pense em diferentes formas de envio (transporte fracionado, motoboy, bicicleta ou até drone quando isso for possível no país), repense o posicionamento dos seus armazéns ou aposte na terceirização do serviço de logística, o que permite que você foque sua energia no desenvolvimento do produto enquanto uma empresa especializada cuida de todo o resto.