Supply Chain: saiba como otimizar a logística da sua empresa

Supporte Logística | 16 de maio de 2018 |

Aprimorar o sistema logístico de um determinado produto ou serviço é o que faz sua empresa dar certo, não é? O conceito Supply Chain – ou cadeia de suprimentos – faz parte desse método, pois ele se inicia na produção da matéria-prima (fabricação) e termina na entrega do produto ao consumidor.

O Supply Chain é formado por vários integrantes, que atuam em etapas distintas durante o método, como fabricantes, fornecedores, armazéns, distribuidoras, varejistas e os consumidores. Quando a gestão da cadeia de suprimentos é muito bem realizada, os resultados são positivos tanto para os negócios quanto na satisfação dos clientes. Confira as vantagens!

Otimização dos serviços ao consumidor: entrega dos produtos certos e nas quantidades certas, mantendo somente os produtos necessários em estoque e oferecendo um bom serviço de atendimento ao consumidor antes, durante e após a venda.

Redução dos custos operacionais: diminui os custos de armazenamento e de produção por meio do uso dos materiais corretos, além do controle de qualidade e gerenciamento do estoque de matérias-primas.

Valorizar a posição financeira: aumento nos lucros (como resultado dos dois pontos acima), diminuição da necessidade de ativos fixos, como fábricas, transportadoras e armazéns, devido a maiores fluxos que podem ser conseguidos por meio de parcerias com outras empresas, e aumento do fluxo de caixa, já que os produtos chegarão mais rápido aos clientes.

Quando falamos na rede logística, lembramos da gestão na cadeia de suprimentos, que tem como objetivo ter mais eficiência e fornecer à sua empresa uma vantagem competitiva. Por isso, ela não se restringe somente à logística, vai muito além dela.

Enquanto a gestão na cadeia de suprimentos está relacionada à integração interna das atividades, a logística está relacionada à ligação externa, ou seja, coordena os fluxos de informações e materiais para o consumidor final e fornecedores.

Como fazer a gestão da cadeia de suprimentos?

A principal resposta para a pergunta está em seu objetivo, que é melhorar o rendimento de suas atividades, planejando e prevendo o equilíbrio entre oferta e demanda, buscar fornecedores de matérias-primas, fabricação da mercadoria, entrega, devolução para o consumidor (caso seja necessário) e, principalmente, o retorno pelo serviço de atendimento ao consumidor. É nessa última etapa que será possível identificar a necessidade de melhorias em todo o processo.

CLIQUE AQUI E SAIBA COMO OTIMIZAR A EXPERIÊNCIA COM SEU CONSUMIDOR FINAL!

Como a cadeia de suprimentos incorpora várias áreas, separamos algumas delas para que você fique por dentro das suas etapas. Veja:

  • documentos;
  • matérias-primas;
  • informações;
  • equipamentos;
  • pessoas;
  • insumos;
  • organizações;
  • meios de transporte.

Todos os processos acima estão ligados na gestão da cadeia logística. O fluxo entre eles é primordial para que a organização obtenha o melhor resultado e ganhe competitividade.

A abrangência da gestão da cadeia de suprimentos possui relação com três eixos. As bases são interligadas e trabalham com uma escala de evolução. Dessa forma, se faz necessário a determinação do exercício de acordo com um tema estratégico.

  • Processos de negócios: assinalam o motivo pelo qual esse gerenciamento existe e sua finalidade.
  • Tecnologias, práticas, iniciativas e sistemas: indicam os modos inovadores e atuais que permitem a execução dos processos de negócios principais.

Organização e pessoas: envolve a estrutura da empresa e o treinamento institucional e de pessoas a fim de viabilizar a gestão da cadeia logística.

Destaca-se a importância de não só conhecer este conceito de Supply Chain, mas colocar em prática para obter os melhores resultados.

Supply Chain e logística

A grande diferença entre Supply Chain e logística está no conceito de sua amplitude. Já que a primeira é a cadeia de suprimentos e logística compreende todo o processo da compra do produto ao consumidor final, compondo transporte, armazenagem, produção, estoque e distribuição, a principal diferenciação é a sua amplitude.

Quando falamos na origem de logística, no dicionário encontramos a palavra organização. E é isso mesmo, a palavra também era utilizada na Grécia Antiga. Os militares oficiais eram intitulados como “logistikas”, sendo responsáveis por assuntos financeiros e distribuição de suprimentos. Interessante é imaginar que todo esse processo de organização vem sendo utilizado há tanto tempo.

Outro fato importante é que a logística também está relacionada a eventos, garantindo que tudo seja entregue e funcione dentro da programação estabelecida. Por isso falamos na logística e sua amplitude. Ela se expande na mesma forma em que os serviços de entrega a domicílio vão se tornando mais comuns, como é o caso das compras on-line ou até mesmo no recolhimento de materiais recicláveis, mercadorias com defeito e trocas.

Entender o que significa cada etapa desse processo se torna essencial, já que sempre é finalizado na entrega ao cliente e ao consumidor. A eficiência e eficácia impactam diretamente nos resultados e na satisfação de todos os envolvidos. Colocar em prática o conceito de Supply Chain e a gestão da cadeia de suprimentos faz com que o seu serviço seja otimizado.

Estoque, armazenagem e transporte

Além de seguir todas as dicas e aplicar os dados informados, é necessário analisar a relação entre estoque e armazenagem versus garantia de abastecimento. Conservar um estoque menor, com alta rotatividade, é primordial para que a liquidez da empresa não seja comprometida. Entre esses, a empresa também precisa levar em consideração os pedidos dos clientes para poder se manter ativa no mercado. A concorrência é muito grande e arriscar ficar sem suprimentos coloca todos os processos em risco. Um simples erro no planejamento pode paralisar a produção.

O transporte é um dos principais eixos relacionados à logística, afinal, é com ele que toda a cadeia de suprimentos se movimenta. Ele impacta diretamente no custo das empresas. Esse custo pode ser maior ou menor, dependendo muito da qualidade da gestão deste processo. Em alguns casos, é possível optar pelo aluguel de carretas, além de reaver os créditos fiscais que podem chegar a uma alíquota de 7,6% para COFINS e 1,65% para PIS, também é possível utilizar o aluguel dos equipamentos como dedução no Imposto de Renda. Uma ótima dica para quem busca qualidade e economia. Mas, como todo o processo, é necessário um bom planejamento.

Estabelecer rotinas e rotas de distribuição também é algo que deve obedecer ao planejamento. Atender o máximo de clientes em uma região é essencial, com isso, a utilização da frota, o tempo e o custo com manutenção, combustível e até mão de obra são reduzidos.

Produção e Marketing
O ponto mais decisivo de todo o processo é a produção. Ela é levada por inúmeros fatores, como o fluxo adequado de suprimentos, a qualidade da mão de obra e a atualização do processo tecnológico. A produção deve estar preparada para mudança na demanda e sazonalidade.

O Supply Chain é como um coração, a parte mais importante do conjunto de fatores vitais para que todo o processo não seja rompido. Outra variável importante é o marketing. Ele é responsável por mapear o mercado, identificar riscos e oportunidades, elaborar estimativa de vendas e influenciar no volume na produção. Sem esquecer na estrutura necessária para que ela aconteça nos mais diferentes cenários.

Todos os exemplos e informações citadas são valores estratégicos que estão ligados à informação da matéria-prima das decisões. É importante que profissionais de todas essas áreas fiquem cientes da importância na integração dos conjuntos, porque toda decisão influencia todo o restante da organização.

Solução completa para sua empresa
Com a Supporte, você pode montar um projeto exclusivo e customizado, pronto para maximizar a eficiência dos processos logísticos da sua empresa. Enquanto você foca nos negócios, cuidamos do restante. Aproveite para melhorar a experiência com o consumidor final com mais facilidade ainda. Melhore as exigências comerciais, a disponibilidade imediata do produto, diminua os custos de aquisições e muito mais. Estamos preparados para todos os desafios e em busca do crescimento contínuo do seu empreendimento. Entre em contato com a Supporte, solução de ponta a ponta para sua empresa.